O Gigante, o precipício e o milagre – Algumas questões a se considerar antes de voltar pras ruas – parte 1.

Nesta torre de Babel que são as atuais manifestações que estão varrendo o Brasil de norte a sul não tomei nem uma posição franca contra nem a favor… Tenho analisado a ordem dos fatos, pesquisado, sondado… E  a pergunta do caro leitor poderia ser: porque estou fazendo isto? Pretendo explicar meu ponto de vista enumerando as questões que me preocupam. Pela ordem: 1) Este movimento é plural, confuso e desordenado, e  é isto não apenas pela multiplicidade de reivindicações que está sendo feita, mas porque existem dezenas de movimentos que estão envolvidos dentro da própria estrutura maior, além de milhares de pessoas com objetivos diversos.  Não há foco e não há liderança substancial que lidere a multidão. Pelo contrário, há até confusões entre os próprios manifestantes em decorrência de alguns quererem se manifestarem de forma partidária, por exemplo. E fato é que um princípio básico de guerra é que exército dividido não ganha batalha. Obviamente que a palavra guerra está sendo usada em sentido metafórico aqui, já que a intenção, pelo que dizem, da maioria é o protesto pacífico. 2) Justamente por ser um protesto confuso, acredito que uma postura sábia, sobretudo do cristão, é examinar a situação com calma e acompanhar de longe. Já falei publicamente – no facebook – , que se este movimento fosse francamente contra o PT, o socialismo, Foro de São Paulo e CIA, eu estaria nas ruas com todo o meu fôlego. Mas não é isso que está acontecendo…
Manifestantes tem levado cartazes tão dissonantes dos demais,  e algumas reivindicações  tão tolas que nem é preciso dizer da ineficiência delas. 3) Há indícios de organizações – pelo menos uma ONG – ligada ao próprio partido dos trabalhadores que estaria envolvida no movimento, além de outros partidos de esquerda como PSOL e PSTU. Mas qual seria o interesse do PT em promover uma manifestação contra ele mesmo, já que o tal partido está governando o país? Leia o que o Pr. Silas Malafaia escreveu em seu artigo recente: “ O grande perigo é que em nenhum momento da história, movimentos de multidões sem lideranças acabaram bem, não por culpa do povo, mas pela manipulação de ideólogos que por interesses mesquinhos levam o povo a fazer coisas não convenientes. No Brasil o perigo são os esquerdopatas ultrarradicais que pregam baderna, vandalismo, derramamento de sangue, para que possa haver uma verdadeira revolução. Métodos comunistas e de reacionários estão falidos, mas que eles querem ressuscitar. Aí é que está o perigo porque o povo não percebe este tipo de manipulação feita por gente bem treinada para os objetivos que acabei de citar.“ 4) O PT  e outros partidos  da esquerda brasileira  fazem parte do Foro de São  Paulo*, organização cuja existência  já comprovada foi fundada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e visa por meio de ações conjuntas instalar o socialismo em toda América Latina. Esta entidade fortalece todos os governos socialistas da América do Sul que conhecemos, além de promover fortalecimentos entre os próprios. Ao final do texto haverá um link para as atas oficiais do Foro. Aliás, há vídeos de próprios integrantes do PT participando e falando sobre o Foro.   Mas não adianta esperar que a TV Globo fale sobre o assunto. É preciso procurar no Youtube. 5)  Também é verdade que pelo menos uma organização globalista está envolvida, propagando discursos em defesa dos protestos e enchendo as caixas de e-mails dos brasileiros, motivando-os a se manifestarem. Trata-se da ONG AVAAZ. Alguém já ouviu falar?  Esta entidade é financiada pelo Sr. George Soros, altamente interessado em ajudar governos do mundo todo a adotarem ações cada vez mais socialistas. Não é teoria da conspiração não, basta uma pesquisa atenta e a gente consegue agrupar muita informação importante. 6) O MPL – Movimento Passe-Livre –  que deu início aos movimentos em São Paulo é um símbolo do que anos de educação marxista fizeram com a nossa mente. O grupo que tem como logo uma pessoa chutando a roleta, reivindica passagem gratuita para população. Por si só esta reivindicação é um contra-senso e legitima os impostos altíssimos do governo sobre a população.  Esta mentalidade estatal, por assim dizer, é danosa para o povo porque autoriza a intervenção do governo, o que resultaria sem dúvida em mais impostos.

Pretendo continuar a explicar o que estou vendo.  No momento, o trabalho me toma o tempo e me impede de continuar.  Só para adiantar, não acho que o movimento seja de todo ruim, mas acredito que a questão é muito complexa e não devemos analisar a coisa com simplismo. Como ponto positivo poderiamos ter um povo com uma maior consciência política, por exemplo. Mas nesse momento considero a ameaça muito maior. Minha fé está em Deus, pois creio que ele pode fazer esta Babilônia implodir ou tombar pro lado certo.  Mas não sei como isso será… Não sei se teremos que sofrer da cor vermelha dos comunas… Vamos torcer, vamos orar! Mas a não ser para aqueles grupos de cristão que estão devidamente liderados, para influenciar de modo profético, e orar pelas ruas, eu peço, não se misture na multidão, Você pode estar ajudando a arruinar o país. E a levar o gigante para beira de um precipício.

 

Continua…

 

* Tal como consta na relação de participantes do nono encontro do Foro, que pode ser visto no site do observatório de imprensa Mídia sem Máscara.  PT, PSB e PCB constam na lista de participantes. Link aqui: http://www.midiasemmascara.org/attachments/007_atas_foro_sao_paulo.pdf

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s